LOADING

Type to search

Geral

Diabetes: saiba como tratar e prevenir

O diabetes atualmente atinge cerca de 16,5 milhões de brasileiros. Segundo o IDF (Internacional Diabetes Federation), até 2045 o diabetes vai alcançar 49 milhões de novos casos, totalizando um aumento de 55%.

É uma doença que atinge a visão, o desempenho, a alimentação e também o sistema urinário. Por isso, é uma doença que exige atenção, mudanças de hábitos e alimentações saudáveis.

Pode também estar associado a outras doenças como a obesidade e doenças cardiovasculares, por exemplo. No entanto, é uma patologia silenciosa, por isso, pode apresentar sintomas apenas em casos mais graves.

Para saber mais sobre essa doença e de que forma trabalhar a prevenção e o tratamento, continue lendo este conteúdo!

Quais os tipos de diabetes?

Os tipos de diabetes mais conhecidos são o tipo 1 e o tipo 2, mas existem ainda cerca de cinquenta outras classificações, como por exemplo a gestacional. Entenda as características dessa doença:

Diabetes tipo 2

Quando falamos no diabetes tipo 2, que tem um índice de 90% dos casos, segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) e mais frequentes em adultos, nos referimos a uma doença silenciosa, com sintomas apenas em quadros mais avançados.

É caracterizada por uma deficiência na ação da insulina, substância produzida pelo pâncreas, que atua no metabolismo da glicose (açúcar no sangue) para a produção de energia.

Ao ser diagnosticada com diabetes tipo 2, somente em casos mais graves e avançados é necessária a aplicação da insulina. A medicação controlada é uma aliada de portadores dessa doença em graus mais leves.

Diabetes tipo 1

Ao contrário do diabetes tipo 2, a classificação tipo 1 tem como característica a ausência da produção da insulina pelo pâncreas. Ocorre nesse caso, uma destruição autoimune do organismo. É comumente diagnosticada em crianças e adolescentes.

Ambas são associadas à condições familiares ou genéticas, à obesidade e aos maus hábitos adquiridos em relação à alimentação e à falta da prática de exercícios físicos.

Os sintomas do diabetes acometem casos mais graves e se enquadram como:

  • Cansaço;
  • Frequência urinária aumentada;
  • Visão turva;
  • Fome e sede intensas;
  • Falta de sensibilidade nos pés e mãos;
  • Infecções de pele ou na bexiga;
  • Perda de peso sem razão;
  • Alteração da consciência;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
  • Suor excessivo;

 

diabetes

Diagnóstico e tratamento do diabetes

O diagnóstico do diabetes é feito de forma clínica, quando há sintomas, e laboratorial para verificar através do sangue alterações pertinentes à doença. Para essa última possibilidade, apenas duas alterações já comprovam a presença do diabetes.

Os exames realizados são:

  • Glicemia em jejum – Dosagem de glicose no sangue;
  • Hemoglobina glicada – Avaliação do nível de glicose nos últimos três meses;
  • Teste de sobrecarga de glicose – Consumo de líquido de glicose;

O tratamento do diabetes é realizado por meio de medicamentos que auxiliam no controle da glicose no sangue e ainda na produção de insulina no organismo. Mas a mudança de hábitos alimentares, buscando refeições saudáveis e a prática de exercícios, são fatores que aliados aos medicamentos, geram mudanças no quadro da doença.

Há ainda outra forma de tratamento, que é o caso da cirurgia metabólica. No entanto, ela é indicada para portadores do diabetes tipo 2, em casos em que o paciente tem dificuldades de controlar a doença.

 

 

Como prevenir o diabetes?

O diabetes pode ser prevenido quando falamos em hábitos de vida, na prática de exercícios físicos e alimentação saudável. Por isso, a ausência da mudança de hábitos na rotina é um fator influenciador do desenvolvimento do diabetes tipo 2.

Por que somente o diabetes tipo 2? Porque o tipo 1 se desenvolve, de forma mais comum, na infância e adolescência tendo forte ligação familiar. Já o diabetes tipo 2 tem origem além na genética, nos maus hábitos e na má alimentação. Não é à toa que a doença é desencadeada na fase adulta e pode estar associada à obesidade.

Alimentação saudável

A alimentação é um fator importante para a prevenção da doença. Por isso, é preciso evitar o consumo exagerado de alimentos ricos em gordura e açúcar, como o chocolate, o refrigerante, os bolos, entre outros.

O consumo de frutas é indicado, no entanto é preciso lembrar que quando ela é espremida para suco, tem as fibras quebradas, deixando a frutose (açúcar da fruta) ainda mais evidente. Dessa forma, esse suco pode acabar aumentando os níveis de açúcar.

A liberação do consumo de carboidratos e açúcares, deve variar de acordo com cada caso, sendo o diagnóstico e o acompanhamento realizados de forma individual e personalizado.

Cuide da sua saúde

O diabetes é uma doença que pode estar ligada a outras doenças crônicas. Por isso, o cuidado com a saúde é fundamental, já que quando se evita ou trata essa doença, o tratamento da obesidade, por exemplo, é uma consequência.

Esteja atento aos sinais e sintomas que podem originar essa doença. A prevenção é a melhor estratégia para uma vida saudável e tranquila.

 

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *